sábado, 31 de dezembro de 2005

O melhor, o pior e o desafio

O melhor de 2005 Sem dúvida, a esperança criada com (i) a primeira maioria absoluta do PS e (ii) o consequente fim do pior governo constitucional da nossa história pós-25 de Abril, o Governo Santana.

O pior de 2005 O aprofundamento da crise de confiança nas instituições da nossa democracia, com dois momentos decisivos: (i) a quebra da promessa eleitoral de não aumento do IVA e (ii) a continuada degradação da imagem da justiça de que a greve corporativa dos juízes foi o melhor ícone.

O desafio para 2006 A reconquista da esperança de mudança progressista, que enfrentará duas provas de fogo: (i) o empenhamento público e claro da direcção do PS e do Governo na eleição de Mário Soares e (ii) a transformação da luta contra os privilégios na luta pela equidade social (para a qual a obrigatoriedade de emissão de factura em todas as transacções e o fim do segredo fiscal são dois dos instrumentos disponíveis).